Imagem capa - Ensaio gestante: o que não posso deixar de saber por Nossa Casa Estúdio Petit
Gestante

Ensaio gestante: o que não posso deixar de saber




Antes mesmo do bebê nascer, nasce uma mãe cheia de orgulho. Nada melhor que registrar os primeiros momentos da maternidade com um ensaio fotográfico. A primeira calça apertada, o primeiro chute, as primeiras dores nas costas... Brincadeiras à parte, cada fase é especial e deve ser acompanhada por um profissional qualificado.


Há várias formas de registrar a fase gestacional, como as fotos clicadas à beira da praia ou em parques arborizados, por exemplo. Mas existem dois estilos de ensaio que estão em alta entre as mamães: o acompanhamento mensal e o ensaio lifestyle.

Acompanhamento mensal -> O primeiro exemplo é parecido com o que fazemos com os nossos bebês.
 São poucas fotos a cada mês, sempre com o intuito de registrar a mudança do corpo naquele momento. Planejamos tudo para fazer 9 sessões de foto, mas não há regras: a mãe pode ter descoberto a gravidez apenas no segundo mês ou o bebê pode ser um pouco mais apressadinho que o normal. Normalmente os ensaios são intimistas, costumam ser em estúdio, mas nada impede de ser em alguma locação externa.


Ensaio lifestyle -> É um ensaio realizado dentro do cotidiano da gestante, na casa da família, retratando os cenários naturais da rotina. Podemos clicar o quartinho do bebê durante a montagem, pai e mãe interagindo com a barriga, organizando as roupinhas e qualquer outra atividade que transmita o dia a dia daquele ambiente.




Dicas e recomendações da fotógrafa


“Caso eu queira fazer um único ensaio durante toda a gestação, quais são as recomendações?” 

O acompanhamento mensal é muito interessante para acompanhar as mudanças, mas caso você queira apenas um ensaio para registrar a gravidez, é recomendado o período entre 27 e 32 semanas. Essa é a época da gestação em que o inchaço não é tão comum, o temido primeiro trimestre já passou, você está mais disposta e a barriga já não passa mais aquela dúvida: “ela está grávida ou não?”.
Além de tudo, o ensaio pode parecer fácil, mas é um tanto cansativo. O ideal é que você esteja em uma fase disposta e pronta para ficar em pé por um tempo, posar, trocar de roupa e claro, se divertir!


“O que devo vestir ou levar?”
A recomendação mais comum é que você use uma roupa confortável e bonita, que valorize o seu corpo e evidencie a barriga – afinal, é ela que queremos mostrar. Peças apertadas não são muito bem-vindas, pois tiram o conforto na hora de posar. A mesma “regra” vale para maquiagem e cabelo. Se você não tem costume de passar batom vermelho, por que passar nesse dia tão importante? Quanto mais confortável e confiante estiver, mais lindas ficarão as fotos.

Leve acessórios ou roupinhas do bebê que tenham algum significado especial para participar. O primeiro sapatinho que você ganhou de uma pessoa querida, ou algum acessório que simbolize a chegada do bebê.


“Quem pode ou deve participar?”

Se há uma pessoa especial na vida do bebê, ela é muito bem-vinda. As recomendações sobre roupa também valem para ela, pois assim vamos conseguir resultados mais harmoniosos. Se o bebê tiver um irmão ou uma irmã mais velha, também é legal a sua participação. Antes de chamar qualquer outro participante para o ensaio que não faça parte do núcleo principal da família, converse com o seu fotógrafo e avalie se realmente é adequado.



“Posso levar meu cachorrinho?”
Quando temos uma criança (filho mais velho) no ensaio, precisamos ter o dobro de cuidado, pois nem sempre ela está disposta a posar com os pais. A situação fica ainda mais sensível quando se trata de um animalzinho. Se o seu cão for dócil e adestrado, não há problemas. A recomendação é que não se coloque expectativas sobre o animal. Assim como nós, ele também tem dias bons e dias ruins. Se ele não quiser posar, não insista. Concentre-se no seu momento especial.


“Não quero estúdio, mas não sei como escolher o lugar ideal. E agora?”
Procure saber se o seu fotógrafo trabalha com consultoria de figurino e de locação. O Nossa Casa Petit faz esse tipo de serviço e costuma adiantar bastante a vida corrida de algumas mães que não podem gastar muito tempo na escolha. Se você gosta de algum cartão-postal da sua cidade, pense duas vezes antes de escolhê-lo como locação para as suas fotos, pois ele pode estar lotado e barulhento. O ideal é que você se sinta à vontade e tranquila.




“Não sei me maquiar. E agora?”
Maquiagem é relevante para valorizar a sua beleza. Pergunte ao profissional que você escolheu se ele tem uma maquiadora para indicar. Aqui no Nossa Casa Petit trabalhamos com uma parceira muito competente e talentosa. Para conhecer mais sobre o trabalho dela, é só clicar aqui


Agora que você já está expert em ensaio fotográfico de gestante, só me resta desejar uma boa hora!
Conte comigo para o que precisar,


Mayara Barbosa* | Nossa Casa Petit


*Sob colaboração de Juliana Stott | Stott Conteúdo
(81) 99955-1110 / @stottconteudo